Designers Brasileiros

Antes de falar sobre os maiores nomes do design no Brasil, é preciso retornar um pouco pela história dessa produção que começou a fazer parte do desenho de artistas e arquitetos brasileiros diante da Arte e Arquitetura Moderna e seu pensamento multidisciplinar para uma nova visão de mundo que se consolidava e tinha a necessidade de ser refletida nos espaços públicos e privados/domésticos. Essa influência trouxe para as décadas de 50, 60 e 70 importante produção de peças vindo de nomes como Lina Bo Bardi, Sérgio Rodrigues,Joaquim Tenreiro, Jorge Zalszupin, José Zanine Caldas, Anna Maria Niemeyer, seu pai Oscar Niemeyer. Nomes estes que exercem influência até nos dias atuais no cenário do design brasileiro.

poltrona mole de Sergio Rodrigues

cadeira Lina Bobardi

chaise longue Rio – Niemayer

Cadeira Tres Pés – Joaquim Tenreiro

 

Mesa Andorinha- Jorge Zalszupin

 

Entre as décadas de 60 e 80, o país passou por um momento de declínio dessa produção devido a crise econômica gerada pela dívida externa na ditadura militar no Brasil, tendo sua volta somente após esse período juntamente com o processo de redemocratização com nomes que são destaque no design.

Dentre esses nomes que alavancaram o cenário da produção de mobiliários e objetos pós ditadura, destaca-se Carlos Motta, Claudia Moreira Salles, Fulvio Nanni, irmãos Campana que também inspiram os designers que surgiram a partir dos anos 2000 como Jader Almeida, Sergio Fahrer, Aristeu Pires, Bruno Faucs, Zazini de Zanine (filho de Zanine Caldas), que aparecem em outros posts aqui no blog.

poltrona luna– Carlos Motta, banco Tangente– Claudia Moreira Salles, poltrona Sand – Fulvio Nanni, cadeira favela– Irmãos Campana

cadeira clad – Jader Almeida, chaise paso doble Sergio Fahrer, cadeira Duda – Aristeu Pires, Poltona Trentini – Bruno Faucz, Poltrona Serfa – Zanini de Zanine

Leave a Reply